A Oy! Open Your é uma marca de roupas íntimas voltadas ao público LGBTQIA+, que tem o objetivo de facilitar o acesso a roupas íntimas por meio de 3 principais pontos: um design ligado a temas da comunidade, como forma de propagar informações importantes de maneira popular;


Comunicação sem estereótipos comuns e sem a sexualização dos stakeholders; E oferecer apoio a comunidade trans, por meio de doações de peças íntimas essenciais para reconhecimento pessoal e construção social no dia a dia.


O Brasil é um país preconceituoso, e este estigma reverbera, inclusive, na moda, que exclui o público LGBTQIAP+, mesmo após várias pesquisas econômicas mostrarem que o Pink Money (nome popularmente dado ao poder de compra da comunidade LGBT) movimentou aproximadamente 420 bilhões de reais somente no Brasil em 2018.


A OY produz cuecas, cacinhas, binder e tops para dar mais dignidade a homens e mulheres que se encaixam neste segmento. Existem, inclusive, peças voltadas às pessoas trans, com adequações para as mulheres e homens transgênero terem a liberdade de construir a imagem desejada socialmente e sem a utilização de colas, fitas e outros métodos que causam extremo desconforto e prejuízo à saúde.


Para acessar todo o seu público-alvo, a cada 5 peças vendidas, uma será doada a uma pessoa trans em situação de vulnerabilidade. Para isso, foi lançado a campanha "Doe mais que uma peça, doe Liberdade".


A OY! pretende ser referência na comunidade LGBTQIAP+, através do fornecimento de produtos de qualidade, do atendimento e da urbanidade. Além disso, a marca quer atuar como um meio de educação de gênero inclusiva e universal, com temas que expliquem sobre o uso das peças, e sobre questões de gênero, procurando trazer uma conscientização.


A OY! pretende ser referência na comunidade LGBTQIAP+, através do fornecimento de produtos de qualidade, do atendimento e da urbanidade. Além disso, a marca quer atuar como um meio de educação de gênero inclusiva e universal, com temas que expliquem sobre o uso das peças, e sobre questões de gênero, procurando trazer uma conscientização.


A OY! surgiu pelas mãos de Amanda Firmino, formada em moda, e Laryssa Cavalcanti, estudante de direito. As duas fazem parte da turma do ProLíder de 2020. Além delas, a equipe da OY! ainda conta com Willian Fratti, especialista em modelagem e criação.


O ProLíder é uma realização do Instituto Four.